Origem do Senepol

    A origem do Senepol deu-se a partir de 1918 na ilhas caribenhas de Saint Croix oriunda do cruzamento de 2 Bos Taurus, o N´Dama – clique (africano) com o Red Pol – clique (Inglaterra).

    Oeste Africano: N´Dama

    Bos tourus milenar, originário do Planalto da Guiné-Bissau, Guiné, Mali, Mauritânia e República do Gâmbia, todos territórios hoje do Senegal, e depois se espalhou para todo o Continente Africano, vivendo sob clima quente, nas savanas e em ambientes úmidos e infestados de parasitas da África.


    Senepol – cruzamento N´Dama com Red Pol.

    Com o passar dos milênios houve uma seleção natural de indivíduos com resistência elevada a parasitas, em especial ao triponossoma, protozoário responsável em causar a “doença do sono” ou “Tsé-Tsé” no continente inóspito africano, veiculado pela mosca do sono. Bovinos N`dama, eram os únicos bovinos no mundo que resistiam à mosca do sono, e esta caracaterística possui alta herdabilidade. Por este motivo a raça de origem indígena africana se disseminou facilmente e em larga escala para todo o continente africano. Estima-se hoje que ainda existam na África cerca de 7 milhões de bovinos puros N`dama sendo utilizados pelas aldeias indígenas.
    A seleção natural milenar ao ambiente resultou em um bovino taurino:

    Rusticidade elevada
    • Pele e pêlos muito curtos e finos de cor geralmente amarelo clara
    • Tripanotolerante
    • Altamente tolerante ao calor
    • Grande capacidade de se adaptar a ambiente hostis
    • Capacidade de sobreviver com alimentos de má qualidade
    • Frame médio a pequeno


    N´Dama Senegal

    Inglaterra Antiga: Red Pol


        Red Pol USA                                                                                       Red Pol Austrália


    Red Pol Inglaterra
    Red Pol Inglaterra

    Em 1732 (Veja aqui a história mapeada do Senepol) um estudioso em cruzamentos bovinos da época, chamado John Reeves no condado de Sulfolk teve a iniciativa de acasalar um gado pequeno mocho por natureza de origem da época do império Romano com um gado de origem Viking, muito produtivo, de crescimento rápido, de cor variando de branca a vermelha porém de grandes chifres existente no condado de Norfolk. A intenção era ter bovinos de rápido crescimento, produtivos, mas mochos por natureza. Daí nascia a raça Red Pol, resultando em um gado com as seguintes características:

    Pêlo denso (clima temperado)
    • Cor vermelho dominante
    • Frame moderado
    • Muito dócil
    • Mocho dominante
    • Muito produtivo para carne e leite
    • Elevada fertilidade e precocidade sexual
    • Alta habilidade materna
    • Alta conversão de capim em carne
    • Alto rendimento de carcaça
    • Pouco resistente aos climas tropicais, mais indicado para climas temperados

    Comments are closed.