Seleção Genética

     

    Nosso trabalho de seleção genética começou a partir de parcerias exclusivas no fornecimento de material genético da raça Senepol adiquirida de fornecedores de bases genéticas da raça já tradicionais, de forma reconhecidamente séria e focada na produção de indivíduos realmente provadores e raçadores em qualquer plantel Senepol de elite do mundo, ou seja, comprovadamente diferenciados. A Estância Santa Luzia, foi buscar na genética Soledade seu ponto de partida para os trabalhos de seleção e multiplicação da raça Senepol, entendendo que para o “estado da arte” em fenótipo com genótipo que reflitam em resultados mensuráveis a nível do pecuarista, demandaria já iniciar seus trabalhos a partir de um pool genético destacado e reconhecido como eficiente pelo mercado, entendendo que fazer melhoramento de exemplares já a anos melhorados em linha, a velocidade e a assertividade de se ofertar ao pecuarista animais oriundos de bases genéticas já marcadas por constantes avanços das características de alta performance é a


    Arena

    melhor forma de realmente agregar para a trajetória de maior benefício, e maior probabilidade de acerto das bases genéticas focadas em se fornecer o resultado de um processo de seleção rigoroso, cuidadoso e equilibrado quanto as suas características comerciais e biologicamente importantes ao negócio de produção de carne eficiente, atendendo assim a missão deste projeto de levar ao pecuarista soluções genéticas que reflitam na fazenda como forma de resultado mensurável.

    Assim a Estância Santa Luzia iniciou seu trabalho de aperfeiçoamento de suas bases genéticas Senepol, ao acessar animais de criadores senepol diferenciados das famílias exclusivas Arena, ASAP e bases genéticas advindas do maior geneticista mundial da raça Senepol, o americano Rob Brown. O Trabalho de excelência genética do parceiro fornecedor Soledade, teve seu início desde 2000 com a aquisição de gado da Ganadera, e material genético importado, o que permite hoje à Estância Santa Luzia já iniciar seu trabalho de melhoramento genético e “Assinatura gênica” de indivíduos melhoradores de plantel, com uma base genética ampla, confiável e diferenciada com uma tradição de mais de 10 anos de experiência e mérito genético já comprovados. Aplicando controle efetivo de doenças, nutrição adequada, boas condições de manejo, a genética Santa Luzia propicia ao produtor de carne bovina obter graus extremos de eficiência, medido a partir dos resultados encontrados em sua propriedade.

    As bases do trabalho de seleção genética na Estância Santa Luzia são alicerçados em 5 pilares:

    Pilar 1) DIREÇÃO ESTRATÉGICA DO MELHORAMENTO
    Definição da Direção Estratégica do Programa de Selecionamento e Melhoramento Genético da raça Senepol:

    • Visão estratégica sobre o impacto de cada característica genotípica na funcionalidade da raça da Senepol, enquanto solução ao pecuarista, o que priorizar e o quanto imprimir esforços de melhoramento.

    Pilar 2) BASE GENÉTICA AMPLA E DIFERENCIADA
    Amplitude Genética (uso de linhas totalmente abertas) :

    • Estudo das famílias e bases originais da raça Senepol visando estimar e planejar cruzamentos que obtenham ganhos cumulativos focados no máximo vigor híbrido dentro da raça (genética aditiva), evitando assim segregações gênicas danosas ao processo de produção do pecuarista.

    • Banco de doadoras, já reconhecidamente como melhoradoras, e com interessante “Amplitude genética” para busca de variabilidade (a partir das várias sementes precursoras das famílias Senepol), permitindo assim selecionar os mais avançados e adequados genes dentro do “pool” de genes existentes na raça, para assim fechar os cruzamentos, mesmo sob intensa seleção.

    Pilar 3) SELEÇÃO GENÉTICA RIGOROSA PARA RESULTADO
    Seleção focada em Genética de Resultado:

    • Seleção genotípica por expressão fenotípica de forma objetiva às características que geram “Resultado” ao pecuarista (Fertilidade + Precocidade + Eficiência Alimentar + resistência sanitária e parasitária + qualidade de carcaça/carne), também aliadas a um bom padrão racial característico da beleza racial natural da raça Senepol.

    • Uso do Mérito genético e de DEP tradicional como ferramentas complementares na escolha dos acasalamentos e arquivamento de dados para uso das DEPs Genômica e Molecular, assim que estiverem disponíveis no mercado para bovinos de corte. Acreditamos que o conhecimento da genômica é a atual fronteira da genética de animais para produção de carne. No melhoramento de bovinos a aplicação da seleção gênica (quando possível no futuro) poderá aumentar os ganhos genéticos pela redução do intervalo entre gerações de bovinos e pela maior acurácia na estimativa dos valores genéticos dos candidatos à seleção. Em suma a análise genômica apenas detectará e selecionará variabilidade genética pré-existente, não sendo capaz portanto de gerar variabilidade genética como ocorre nos métodos de transgenia. O conhecimento do efeito de genes específicos permitirá a alteração de correlações genéticas indesejáveis por meio da seleção assistida por marcadores. A divulgação dos resultados da utilização de informações genômicas ainda é restrita e não esta de forma democraticamente disponível. Enquanto estas tecnologias não estão disponíveis tecnicamente e comercialmente, continuaremos utilizando os métodos tradicionais de selecionamento e melhoramento animal, mas focados sempre na mensuração dos resultados de seus indivíduos e famílias de indivíduos, e de “olho” nas tecnologias de futuro, que sempre necessitarão da amplitude genética e das bases genéticas raciais diferenciadas para os programas de melhoramento evoluirem.

    Pilar 4) EXCELÊNCIA NA GESTÃO DO MELHORAMENTO
    Excelência na Gestão do trabalho de Melhoramento:

    • Uso de métodos de Gestão de processos empresariais.

    • Uso de Sistema de mensuração de resultados e Melhoria Contínua, na busca da eficiência nas operações de seleção e melhoramento para obter eficácia na construção do material genético que imprima resultado aos negócios do pecuarista O grande desafio é a análise e interpretação dos dados, mudando o paradigma da genética, para uma ciência extremamente rica em dados avançando no desenvolvimento de metodologias de análises e ferramentas de bioinformática e estratégias de seleção aliados aos futuros estudos de expressão gênica, indicando os genes que apresentam diferentes níveis de expressão que geram os melhores raçadores, ou os animais diferenciados.

    • Comercialização como animais raçadores somente os de destacado desempenho dentro de seus lotes contemporâneos. Os demais são dados outros destinos no segmento de produção animal, desde que não sejam multiplicadores de padrões indesejados para o desempenho da raça Senepol e das metas traçadas no projeto de melhoramento da genética Senepol Santa Luzia.

    Pilar 5) PARCERIAS DIFERENCIADAS E SÓLIDAS
    Parcerias Diferenciadas e sólidas:

    • Gestão do relacionamento ganha-ganha com parceiros de genética (Banco genético), consultores técnicos especializados (Tecnologias diferenciadas e direcionamento técnico do trabalho de melhoramento) e parceiros de biotecnologia (adoção de processos reprodutivos de modernos e de excelência).


    ASAP

    Sempre focada no trabalho de melhoramento genético a Estância Santa Luzia tem como objetivo levar material genético ao pecuarista que necessita de uma ferramenta genética que complemente seu esforço na busca de resultado, afim de preservar e evoluir seus negócios e patrimônio. As características selecionadas estão altamente relacionadas com o custo de produção do pecuarista, que poderá ser melhorado significativamente com a seleção de animais da raça Senepol mais eficientes e resistentes.

    É uma raça funcional adequada e essencial à pecuária Moderna que almeja atender às necessidades de consumidores de carne cada vez mais exigentes em preço, qualidade, segurança alimentar, e por ser mais produtiva apresenta menor impacto ambiental seja sobre o menor consumo de energia para melhor transformação em carne saudável, seja pelo menor impacto no aquecimento global.

    Os consumidores atuais exigem dos pecuaristas uma produção de carne eficiente, e grande parte deste novo desafio somente será atingido se o pecuarista utilizar raças e dentro das raças raçadores de comprovada e elevada eficiência produtiva para melhoria da conversão alimentar, taxa de crescimento, rendimento de carcaça e prolificidade.

    Com este trabalho de seleção genética o Senepol Santa Luzia esta cumprindo uma relevante parte de sua razão de existir na pecuária nacional, “Construir Genética para Resultado” ao Pecuarista e aos consumidores finais.

     

    Comments are closed.