Resultado das Progênies

    Genética Senepol Santa Luzia faz touro mais eficiente em conversão alimentar na prova da UFU em 2015.

    Pecuária de ciclo curto, está é a necessidade de resposta que a pecuária tem que fornecer ao crescente mercado consumidor de carne. A população cresce de forma geométrica e concentrada cada vez mais nas áreas urbanas em compensação a produção de alimentos cresce de forma aritmética, ainda sob êxodo populacional rural. Termos como ambientalmente correto, e sustentabilidade nunca estiveram tão em alta, ou seja, a população que consome carne deseja adquirir alimentos saudáveis, nutritivos, saborosos e ao mesmo tempo que sejam produzidos de forma equilibrada e socialmente e ambientalmente corretas. Por outro lado a lavoura de grão vem sendo empurrada pelas lavouras de cana, que por sua vez empurram o setor de pecuária de cria cada vez mais para as áreas de fronteiras e de relevo que não permitam tamanha mecanização, premissa do setor de lavouras. Há de se considerar que florestas não mais podem ser abertas, o que limita a expansão da pecuária de cria sob novas áreas de desmatamento, ou seja, a pecuária atual e principalmente a pecuária do futuro estão sendo espremidas em termos de disponibilidade de áreas, onde se terá que aprender e adequar os sistemas de  produção em áreas cada vez menores, ou senão, elevar a produtividade de @/ hectare. Isto só é possível através do uso de tecnologias de elevação de produtividade por hectare, que entre outras ferramentas tem-se a genética como uma das principais alavancas para a implementação com êxito destas tecnologias.

    A raça Senepol se presta bem a isto, ou seja, produzindo a pasto ou em sistemas de produção semi-intensivos ou intensivos responde muito bem a todos estes modelos de produção, dos sistemas 100% a pasto ao sistema desmama a pasto e recria/terminação confinada. Seja qual for o modelo uma característica genética atualmente utilizada com maior freqüência nos programas de seleção e melhoramento animal e que a cada dia passará a ser de maior importância é a capacidade de transformar alimentos de baixo valor nutritivo em alimentos nobres para o consumo humano, a um menor custo de produção possível. Esta característica só é possível através da seleção  e multiplicação de reprodutores de linhas puras Senepol que tenham maior capacidade de conversão alimentar, independentemente do sistema de produção adotado. Assim o criatório Senepol Santa Luzia tem direcionado seus esforços e trabalhos de seleção e melhoramento animal com a raça Senepol para gerar indivíduos ao mercado que tenham características de elevada conversão alimentar, contribuindo assim com a oferta de reprodutores Senepol que tragam real resultado aos pecuaristas interessados em fazer pecuária de ciclo curto, uma vez que as características de eficiência alimentar são de elevada transmissibilidade dos pais para a progênie.

    O criatório Senepol Santa Luzia tem, a alguns anos utilizado como método integrante de seu programa interno de seleção e melhoramento animal (PSLM _ Programa Santa Luzia de Melhoramento) o envio de reprodutores em programas de avaliação e pesquisa das principais instituições de pesquisa e ensino, assim como programas particulares de avaliação animal em grupos contemporâneos de intervalo etário máximo de 90 dias, com a participação dos principais criatórios de seleção da raça Senepol, com o intuito de obter informações sobre sua base genética e assim compor e planejar os acasalamentos e programas de melhoramento animal. O sistema de avaliação denominado CAR (Consumo Alimentar Residual) é um dos métodos utilizados nestes programas em que se avalia entre outras variáveis pesquisadas, o consumo individual de cada reprodutor, o ganho de peso diário possibilitando a identificação de reprodutores, que para o mesmo ganho, consomem  menos alimento, diminuindo os custos de produção e tornando o sistema de produção mais sustentável.

    Realizado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com a parceria da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol), aconteceu o encerramento da Prova de Eficiência Alimentar de Touros Senepol no dia 04 de Maio de 2015, evento ocorrido na Vitrine Tecnológica da Fazenda Capim Branco – UFU, na cidade de Uberlândia – MG, com o tema: Prova de Eficiência Alimentar de Touros Senepol, sob supervisão da professora doutora Carina Ubirajara,de Faria que teve a participação de 16 criatórios de diferentes estados do Brasil, com total de 38 touros avaliados.

    Dentre os animais participantes o reprodutor SL0110, gerado no criatório Senepol Santa Luzia, pelo criador Pedro Crosara Gustin, exemplar de propriedade de Marcello Toledo hospedado na Fazenda Bom Jardim, Caiapônia (GO) se sagrou campeão.

    “O resultado provocou uma sensação maravilhosa, o Senepol só trouxe coisas boas para mim desde que entrei para a raça e essa é mais uma satisfação, em comprovar os resultados da base genética Senepol Santa Luzia”, comemora Toledo.

    SL 110 cria Senepol santa Luzia e de propriedade de Marcello Toledo campeão da prova da UFU 2015.

    SL 110 cria Senepol santa Luzia e de propriedade de Marcello Toledo campeão da prova da UFU 2015.

    SL 110, o campeão da prova da UFU, é cria do Senepol Santa Luzia e filho de NM 5393, filho direto de WC 754A, touro importado oriundo da participação Senepol PO em animais do núcleo Montana (NM),  em fêmea SL Sinfonia, doadora do plantel  Senepol Santa Luzia e primeira filha nascida de SL Grand Duo, touro do criatório Santa Luzia, doador de sêmem da bateria de doadores de sêmem  da S+, que vem provando sistemáticamente e significativamente suas progênies que são colocadas em importantes provas de avaliação, como o da UFU, o IZ de Jaboticabal e o maior programa do mundo de avaliação de doadoras Senepol, o Safiras do Senepol, em Pirajuí – SP.

     SL 110 pertence ao criador Marcelo Tolledo, que ingressou na raça mais recentemente, parceiro desenvolvido por Pedro Crosara Gustin, titular do Senepol Santa Luzia, e também Presidente do CDT (Conselho Deliberativo Técnico) da ABCB Senepol.

    associacao senepol

    Da esquerda para a direita, Gilmar Goudard (Presidente da ABCB Senepol, e titular do Goud Senepol que fez o segundo melhor colocado), Pedro Crosara (Presidente do CDT e titular do Senepol Santa Luzia que fez o campeão da prova), Marcello Toledo (Parceiro da Santa Luzia, titular do LT Senepol, e proprietário do campeão da prova) e Alex Marconato (Medico Veterinário da S+) vistoriando os reprodutores campeões da prova para contratação como doadores de sêmem para a Bateria da S+.

    Pedro Crosara e Marcello Toledo,  já adquiriram juntos uma irmã própria de SL Grand Duo, produzido pelo criatório Goud Senepol, no dia 28 de Março, por acreditarem no potencial diferenciado desta linhagem dentro da raça Senepol,  e o botijão de sêmen destaque do Leilão Grama 16 anos, ocorrido no dia 04 de Abril por R$ 73.800,00 com 160 doses de 64 diferentes touros do Senepol mundial. “Assim teremos um amplo material genético para continuar nossa linha delineada de trabalho da linhagem SL Grand Duo, já que percebemos que as filhas deste touro trazem uma carga genética de grande potencial  para resultados à pecuária nacional, aja visto o resultado da prova de eficiência alimentar da UFU onde fizemos o campeão em conversão alimentar no Brasil, o SL 110, filho de uma filha, ou seja,  neto próprio de SL Grand Duo” relata Crosara

    SL Grand Duo Touro SL Grand Duo, doador de sêmem da bateria da S+, vem provando sua linhagem como de elevada eficiência para características de crescimento e desempenho produtivo.

    SL Grand Duo
    Touro SL Grand Duo, doador de sêmem da bateria da S+, vem provando sua linhagem como de elevada eficiência para características de crescimento e desempenho produtivo.

    De acordo com Carina, professora de melhoramento animal da UFU e pesquisadora organizadora da prova, essa foi a primeira prova realizada pela UFU com a raça Senepol através do sistema de GrowSafe, o que representa o alinhamento da tecnologia, ciência e um rebanho em franco crescimento.  Relata Carina, “Dessa forma o primeiro objetivo do experimento de eficiência alimentar da UFU foi atingido, contribuiu com a identificação de touros geneticamente superiores, para eficiência alimentar”.

    prova UFU Senepol

    Professora e pesquisadora Carina Ubirajara de Faria ao centro da foto.

    Ainda segundo  a pesquisadora, o ganho médio de peso dos animais acima do plano nutricional formulado pela Produquimica,   sinalizando um indicativo de que o Senepol impressiona, mesmo os pesquisadores da área de bovinocultura nessa sua estreia dentro da UFU.

    “O que nós tivemos foi uma evidência de que os criadores fizeram uma excelente seleção dos touros, que responderam acima do esperado para um período de águas em confinamento”, afirma a professora doutora Carina , coordenadora da prova. “Mas isso é só um dado, porque peso e GPD serviram para a gente juntar as informações do consumo e depois ranquear os animais para eficiência alimentar”, esclarece.

    A UFU classificou os 38 touros dos 16 criatórios de GO, SP e MG inscritos na prova, que tiveram uma duração total de 91 dias. Os animais entraram na UFU dia 26 de janeiro, aos 15 meses de média de idade (intervalo de 60 dias no grupo contemporâneo). Passaram 21 dias em adaptação e sairam com 18 meses, depois de pesagem a cada 14 dias e comida à vontade durante a prova, que utiliza o sistema GrowSafe, com informações online 24 horas por dia do consumo de cada um. São colocados nas orelhas dos reprodutores um brinco de radiofreqüência, e nos cochos são colocados alimentos balanceados, que são pesados antes do acesso dos reprodutores nos cochos e depois também pesados quando os animais saem ,pois em suas bordas existem uma antena que envia todos os dados de consumo, freqüência de acesso e tempo de acesso de cada reprodutor. As informações são enviadas via satélite para uma central de dados onde existem pesquisadores que fazem a mensuração dos dados, gerando assim dados para cálculo da eficiência alimentar de cada reprodutor. “Mede-se os reprodutores que melhor transformam proteínas e nutrientes vegetais de menor valor agregado em proteína animal nobre (carne). Características de CAR (Conversão Alimentar Residual), que foi o objetivo de avaliação de reprodutores da UFU,  possuem alta herdabilidade, ou seja, os reprodutores que possuem esta característica passam facilmente à sua progênie, daí a importância significativa de termos feito o campeão da prova, o SL 110, neto de SL Grand Duo, linhagem Senepol Santa Luzia, bem requisitada no mercado de gado puro” , relata Pedro Crosara.

    O campeão SL 110 saiu da prova com 18,6 meses de vida, 563 kg de peso (GPD 1,071g), 39cm de CE e gerou um CAR de -1,427 kg/MS/dia. Real da Goud terminou a prova com 18,3 meses, 437kg (GPD 1,443g), 37cm CE e CAR de -1,031 kg/MS/dia.

    SL 110 ganhou a prova da UFU com um CAR de -1,427 kg/MS/dia.

    SL 110 ganhou a prova da UFU com um CAR de -1,427 kg/MS/dia.

    A S+ já tem dois novos integrantes de sua bateria de sêmen. São jovens e completos. São os dois melhores ranqueados na Prova de Eficiência Alimentar realizada este ano pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). SL 110 e Real da Goud foram anunciados com os melhores índices da prova e, no próprio Dia de Campo organizado na Vitrine Tecnológica da UFU, contratados pela S+ para sua bateria de reprodutores. Eles entram imediatamente para a quarentena na central Top Bulls, em Jaboticabal/SP, e deverão ter sêmen disponível já a partir do meio do ano.

    SL 110 (lado esquerdo da foto) e Real da Goud (lado direito da foto), primeiro e segundo na UFU, imitam logotipo do Senepol.

    SL 110 (lado direito da foto) e Real da Goud (lado esquerdo da foto), primeiro e segundo na UFU, imitam logotipo do Senepol.

    “Contratamos porque são touros completos, jovens, com ótimos índices e o componente eficiência alimentar que, economicamente, é o que se busca na pecuária”, declara Alex Marconato, que esteve presente ao evento e fez o anúncio da contratação.

    Alex Marconato anuncia contratação dos dois melhores touros na prova da UFU, após a apresentação dos resultados individuais de cada reprodutor participante da Prova de eficiência alimentar.

    Alex Marconato anuncia contratação dos dois melhores touros na prova da UFU, após a apresentação dos resultados individuais de cada reprodutor participante da Prova de eficiência alimentar.

    100% dos animais passaram ainda pela inspeção dos técnicos da Associação com o objetivo de verificar se os taurinos estavam em conformidade com os padrões do SRG (serviço de registro geneológico), antes mesmo da conclusão da prova, para total isenção ética.

    Da esquerda para direita Luciano Coelho (Médico veterinário, Gerente de Serviços da ABCB Senepol), Rafael Cotta Pacheco (Zootecnista, Técnico inspetor de Padrão Racial), Celso Menezes (Zootecnista, Superintendente Técnico da ABCB Senepol), Pedro Crosara (Médico Veterinário, Presidente do CDT da ABCB Senepo, e Titular do Senepol Santa Luzia que fez o primeiro campeão da prova) e Alex Marconato (Médico Veterinário, Técnico inspetor de Padrão Racial).

    Da esquerda para direita Luciano Coelho (Médico veterinário, Gerente de Serviços da ABCB Senepol), Rafael Cotta Pacheco (Zootecnista, Técnico inspetor de Padrão Racial), Celso Menezes (Zootecnista, Superintendente Técnico da ABCB Senepol), Pedro Crosara (Médico Veterinário, Presidente do CDT da ABCB Senepo, e Titular do Senepol Santa Luzia que fez o primeiro campeão da prova) e Alex Marconato (Médico Veterinário, Técnico inspetor de Padrão Racial).

    Segundo o presidente do Conselho Deliberativo Técnico (CDT), Pedro Crosara, o objetivo da vistoria é garantir o cumprimento das normas do Serviço de Registro Genealógico (SRG) da ABCB Senepol. “Nesta prova que a UFU realiza com bovinos Senepol, a inspeção é uma das etapas e garante que os animais selecionados,em termos de resultados, estão dentro dos padrões preconizados pelo SRG da raça”.

    Crosara explicou que para serem classificados, os animais devem possuir o padrão racial estabelecido pelo SRG, não apresentando defeitos como batoque, problemas de chanfro e aprumos. “Assim, teremos plena certeza de que o indivíduo melhorador, em termos de desempenho produtivo proposto pela prova de avaliação da raça, é plenamente qualificado também pelo padrão racial descrito no SRG, não apresentando características desclassificatórias, de forma a garantir a todos os criadores que o indivíduo de melhor resultado avaliado pelos critérios definidos para a prova pela UFU, será realmente um exemplo de indivíduo a ser geneticamente seguido e deverá ser plenamente recomendado para multiplicar a genética, como doador de sêmen, dando assim uma enorme contribuição para a evolução do melhoramento genético da raça Senepol.”

    O Dia de Campo da UFU para apresentação dos resultados demonstrou ainda aos participantes o progresso do Senepol no Brasil, através do superintendente técnico da ABCB Senepol, Celso Menezes, a equipe da empresa Produquímica (parceira da prova), discorreu sobre o tema: Como Melhorar a Eficiência Alimentar em Confinamento e por fim a professora doutora Carina Ubirajara apresentou o conceito e o resultado da Prova de Eficiência Alimentar de Touros Senepol com a classificação de todos reprodutores participantes, com posterior visita aos animais participantes da prova. “A eficiência alimentar é uma característica muito importante economicamente, ela interfere no sistema de produção. Por isso, o benefício é extremamente grande para os criadores, a raça, o processo de seleção, instruindo ao uso de animais comprovadamente superiores”, declarou a Professora Carina.

    Desta forma o trabalho criterioso de seleção e melhoramento da raça Senepol feito pelo criatório Santa Luzia vem  obtendo mérito através dos resultados que vem sendo obtidos com suas bases genéticas nos importantes programas de avaliação e qualificação de reprodutores Senepol, permitindo assim investir em reprodutores através do resultado de suas progênies afim de realmente prová-los.

    Comments are closed.